Klaus_retrato.jpg

Klaus Speidel

Dr Klaus Speidel é um teórico da imagem e da arte, filósofo, crítico de arte e curador. Estudou filosofia e história da arte em Munique e Paris e fez o doutorado na Universidade Paris 4 – Sorbonne, quando investigou a narrativa visual em imagem única. Em 2015, recebeu o Prêmio Aica France de Crítica de Arte. Fez a co-curadoria da exposição “Fragile Creation” que trata da nossa relação com a natureza no Dom Museum de Viena, aberta até outubro de 2021.

 

Website: klausspeidel.com

APRESENTAÇÃO:
Como as paisagens se tornaram histórias: das figuras aos rastros

“O caçador poderia ter sido o primeiro a “contar uma história” porque apenas caçadores sabiam como ler uma sequência coerente de eventos a partir dos sinais silenciosos (ainda que não imperceptíveis) deixados pela presa” (Carlo Ginzburg, 1979). A leitura de rastros é uma habilidade humana fundamental desenvolvida pelas sociedades caçadoras e coletoras pré-históricas. Não é, portanto, nenhuma surpresa que as antigas representações nas paredes das cavernas já mostrem rastros da caça junto com imagens de humanos e animais. Apesar disso, a teoria da arte e da imagem tem se concentrado principalmente na representação de figuras, e não de rastros, ao abordarem a questão da narrativa visual. Na minha apresentação, vou deslocar o foco para investigar como artistas em diferentes épocas e lugares têm se apoiado em uma combinação de figuras e rastros para contar histórias em paisagens, sob a alegação de que a própria paisagem conta a história. 

PUBLICAÇÕES

Speidel_PoeticsToday_PastedGraphic-1
Speidel_PoeticsToday_PastedGraphic-1

press to zoom
Speidel_Zeig_mir_deine_Wunde_PastedGraphic-2
Speidel_Zeig_mir_deine_Wunde_PastedGraphic-2

press to zoom
Speidel_Bosch und Pitié Cover
Speidel_Bosch und Pitié Cover

press to zoom
Speidel_PoeticsToday_PastedGraphic-1
Speidel_PoeticsToday_PastedGraphic-1

press to zoom
1/5